Tel. 57.3102536047
dr. gonzalo e. díaz m.   
Ecografia em Cor - Telemedicina   
 
     

 

Próstata
Biopsia de próstata
Câncer de próstata
Hipertrofia prostática
Próstata 
Prostatite
Prostatectomia
Antígeno prostático
Risco de câncer de próstata
Sangue no sêmen 
Impotência
C.M.P.-Próstata
Diagnóstico do Câncer
18 Razões pelas quais é imperioso evitar a biópsia de Próstata
Ecografia de Próstata

Importante

Esterilidade
Esterilidade feminina
Esterilidade masculina

Revisão Médica Premium
Doenças da mulher

Ecografia
Ecografias
Imagens
Ecografia em Cor

 
Infertilidad
Infertilidad
Cómo solucionar la infertilidad
Evite la laparoscopia
Endometriosis e infertilidad
Infertilidad masculina
Infertilidad y Varicocele
Infertilidad femenina
Infertilidad: Diagnóstico
Fertilización in Vitro
Inseminación artificial
Como saber si sufre o sufrirá infertilidad femenina
ICSI
Chequeo Médico Preembarazo (Syscan)
C.M.E. Preparto

 

Otros temas
Chequeos Médicos Ejecutivos
Obesidad
Cáncer de seno
Biopsia de Seno
Ecografía Ginecológica en color
El Colon
C.M.P. Abdomen-Colon
Enfermedades de la mujer
C.M.P. Mujer
Imágenes ecográficas
Ecografía
Ecografía definición
ecografías

telemedicina
boletín Salud
ley 100
ultrasonido
actualidades
en Español
en Inglés
empleo
servicios

 

Ecografia de Prostáta

A Ecografia Prostática com Urosonografía C.A.D. em Cor é a melhor forma de examinar a próstata pois não somente detecta câncer, prostatitis, quistos, calcificaciones, hipertrofia, vesiculitis seminal, etc, com 99.8% de sensibilidade e costuma evitar a biopsia, senão que ademais detecta as doenças dos rins, uréteres e bexiga. Esta ecografia é indolora, carece de riscos e não produz efeitos adversos. 

Quando a próstata aumenta de tamanho, comprime a uretra dificultando a saída da urina e origina obstrução total (retenção urinária) ou obstrução parcial (resíduo postmiccional) o qual, em ambos casos origina fluxo retrógrado de urina desde a bexiga para os rins originando infecções urinárias frequentes que afetam os rins além da bexiga.

Quando passa muito tempo sem tratamento, a pressão da urina dilata os uréteres e os rins, originando ademais hidronefrosis e pielonefritis. Sem tratamento adequado isso termina em insuficiência renal que a sua vez requererá diálisis constantes ou transplante renal.

A Ecografia Prostática com Urosonografía C.A.D. em Cor além de detectar as doenças prostáticas e das vesículas seminales, detecta doenças renais, da bexiga e dos uréteres. A imágen de abaixo mostra severa dilatação do sistema recolhedor renal que reqería diálisis e que era originada simplesmente por hipertrofia prostática:

Hidronefrosis originada por hipertrofia prostática

Ecografia Prostática com Urosonografía C.A.D. em Cor emprega ecografia em cor que é muito mais sensível do que a ecografia convencional graças ao maior contraste que oferece a cor, e à tecnologia C.A.D. (Computer Aided Diagnóstico - diagnóstico dirigido por computador). Reporta ademais o PSADI (Prostate Specific Antigen Density Index), que é atualmente o melhor indicador indirecto de câncer  prostático.


Diferenças entre Ecografia Prostática com Urosonografía
 C.A.D. em Cor  e ecografia convencional

  Ecografia Prostática com Urosonografía
 C.A.D. em Cor
ecografia prostática convencional
sensibilidade 99.8% 0 a 17% (quase sempre todo resulta "normal")
reporte digital opcional -
C.A.D . ecográfico sim -
C.A.D. de história clínica sim -
PSADI sim -
resíduo postmiccional sim rara vez
fator possibilidade câncer sim -
gráficas de diagnóstico 3 gráficas -
fator de hipertrofia sim -
imagens em Cor sim -
cópia de respaldo com imagens sim -
Detecta doenças renais sim -
Detecta doenças da bexiga sim -
Detecta dilatação dos uréteres sim -

Quando se requer Ecografia Prostática com Urosonografía C.A.D. em Cor

Você requer este exame se é homem maior de 35 anos e sofre algum dos seguintes sintomas: ardor e/ou dificuldade para orinar, jorro débil, urina escura ou com sangue, impotência e/ou outros problemas para a relação sexual, e/ou infecções urinárias frequentes, e/ou dor testicular. Todo varão maior de 40 anos deve fazer-se este exame inclusive se não tem sintoma algum.

Preparação

Aplicar um enema evacuador (lavagem rectal) Travat  de 133.5 cc 2 a 3 horas antes da citação retendo-o por 10 minutos, seguido de um banho de assento depois de evacuar o enema ou de fazer do corpo mantendo a zona anal muito limpa. O enema não é doloroso. 

É recomendável efetuar o antígeno prostático 20 dias ou menos antes da ecografia, com os cuidados seguintes:

  • Jejum estrito desde 12 horas antes da tomada do antígeno

  • Abstinência sexual numa semana antes da tomada do antígeno pois a atividade sexual o eleva

  • Evitar manipulação rectal (ecografia transrectal, tato, etc) pois estas incrementam o valor do antígeno

  • Tomar o antígeno num  laboratório independente bom 

Comparação com o tato rectal

O tato rectal somente pode detectar o câncer e a hipertrofia prostática que comprometam a parte posterior da próstata que é a que está em contato com o reto (ver gráfica abaixo). A ecografia prostática C.A.D. em Cor se valoriza toda a próstata.


Nesta gráfica observamos que um tumor (cor vermelha) localizado na
 parte anterior da próstata (amarelo)  não pode detectar-se com tato rectal

Comparação com o antígeno prostático específico (PSA)

O antígeno prostático não serve para diagnosticar câncer nem doença prostática pois se eleva por muitos fatores como se explicou acima. O que esteja alto nem sequer significa ter doença prostática. Mais informação sobre o antígeno seguindo este enlace.

Comparação com a biopsia prostática

A biopsia não é infalível, é dolorosa, tem contraindicaciones e pode produzir complicações como disseminação do câncer, hemorragias, hematomas e infecção, inclusive septicemia, a qual é potencialmente mortal. Mais informação sobre a biopsia seguindo este enlace.

Outros temas relacionados:

Probabilidade de câncer prostático
Biopsia prostática
Antígeno prostático
É necessária sua cirurgia de próstata?

Confira-nos gratuitamente por email sobre doenças de próstata e/ou vesículas seminales